Resultados preliminares de pesquisa para avaliar visão de pacientes com DMD

No dia 3 de maio de 2011 a pesquisadora Mirella Barboni e a Professora Dora Fix Ventura apresentaram nos Estados Unidos os resultados parciais de um estudo que tem como objetivo avaliar a visão em pacientes com distrofia muscular de Duchenne (DMD). A apresentação foi realizada em Fort Lauderdale no Congresso Anual da Associação Internacional de Pesquisa em Visão e Oftalmologia (ARVO 2011).

Os resultados preliminares da pesquisa mostram que a DMD pode causar prejuízos no funcionamento de uma determinada via visual devido a disfunção de um subtipo específico da distrofina (a proteína relacionada às disfunções musculares na DMD). O exame utilizado é o eletrorretinograma que permite avaliar, de forma não invasiva, a integridade da retina.

“Estamos aplicando nesta pesquisa novos protocolos, que foram desenvolvidos para avaliar a atividade específica de diferentes mecanismos do sistema visual humano”, explica Mirella Barboni.

A Organização de Apoio às Pessoas com Distrofias tem colaborado com a pesquisa que é realizada no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

“O objetivo para as próximas etapas do estudo é entender de maneira mais detalhada quais os mecanismos fisiológicos do sistema visual que são afetados e poupados pela doença”, diz a Professora Dora Fix Ventura que é responsável pelo projeto.

Mirella Barboni e Dora Fix Ventura